Guia de Conduta Responsável da APA Costa dos Corais é lançado

Foi lançado nesta quinta-feira (10) o Guia de Conduta Responsável da Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais. A publicação é fruto de projeto homônimo realizado pelo Instituto Yandê, em parceria com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) Costa dos Corais, Instituto Bioma Brasil e Projeto Conservação Recifal, com o apoio das fundações Toyota do Brasil e SOS Mata Atlântica.

Atualização do plano de manejo da APA Costa dos Corais precisa levar a pesca em consideração

Um dos temas mais importantes é, sem dúvidas, a atualização do plano de manejo da APA Costa dos Corais, instituído em 2013, ou seja, 16 anos após a criação da Unidade de Conservação Marinha (UCM). Se o documento que estabelece as normas de uso da Área de Proteção Ambiental nasceu com atraso, sua atualização se faz necessária.

A Mancha: série de tirinhas recorda maior desastre socioambiental do litoral do Brasil e cobra respostas

Em 30 de agosto de 2019, surgiam as primeiras manchas de óleo cru em praias do Nordeste. Para cobrar respostas e a responsabilização acerca da maior tragédia socioambiental do litoral brasileiro, prestes a completar um ano, o Instituto Bioma Brasil e o projeto de divulgação científica “A Bordo do Beagle” lançaram a série de tirinhas intitulada “A Mancha”.

Expedição feita pelo ICMBio constata branqueamento e morte de corais na APACC

O Núcleo de Gestão Integrada (NGI) do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) fez uma constatação preocupante: corais estão sofrendo com os efeitos danosos da elevação da temperatura da água do mar na Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais (APACC). O fenômeno climático tem provocado o branqueamento de colônias inteiras e a consequente morte desses organismos.

Portaria do ICMBio autoriza reabertura de visitação pública na APA Costa dos Corais

Com isso, os passeios turísticos em toda a APA - incluindo as piscinas naturais e a observação do peixe-boi marinho - estão permitidos, desde que condicionados às determinações estabelecidas pelos protocolos de segurança sanitária dos estados e municípios para o enfrentamento da emergência de saúde pública, decorrente do novo coronavírus.