Potencialidades de Alagoas são apresentadas na Convenção Anual da CVC

As potencialidades do Destino Alagoas estão sendo apresentadas durante a Convenção Anual da CVC, maior operadora de turismo da América Latina. O evento virtual teve início na terça-feira (8) e se encerra nesta quinta (10) com mais de três mil participantes, entre agentes de viagens, agências franqueadas, expositores e parceiros. Eles apresentam novidades em destinos, produtos, vendas e marketing, incluindo tendências e novas oportunidades dentro do setor turístico no país.

Publicidade

Alagoas participa do evento com um stand virtual, idealizado pela Secretária de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur). Com um vídeo de boas-vindas apresentando o Destino, o espaço conta com a participação ativa de gestores da Pasta, que esclarecem dúvidas por meio de videoconferências e e-mails, fornecendo também imagens e roteiros.

De acordo com a gerente de apoio à comercialização da Sedetur, Margarita Arieta, as principais dúvidas dos agentes de viagens surgem com relação às diferenças entre as capitais nordestinas, o período de chuvas, o funcionamento das tábuas de maré, as festas de final de ano e as hospedagens.

Belezas naturais como os Cânions do São Francisco são apresentadas durante a Convenção Anual da CVC (fotos: Lucas Meneses)

“Uma convenção como essa é importante para aumentar o fluxo de turistas para o nosso Estado e, à medida que você esclarece que há vários tipos de roteiros em Alagoas, evidencia que são necessários pelo menos sete dias para conhecer melhor a região. Assim, aumentamos também o tempo de permanência, interiorizando o turista, para que ele conheça outros destinos, além da capital – como a Costa dos Corais, Lagoas e Mares do Sul e Caminhos do São Francisco”, pontuou Arieta.

Tendência 

Uma das vertentes mais procuradas dos destinos tem sido o Turismo de Experiência com base comunitária – que acontece quando o visitante interage com a comunidade local e vivencia atividades autênticas como, por exemplo, a produção dos bolinhos de goma de São Bento, em Maragogi – onde o turista pode conhecer e participar ativamente do processo produtivo, conhecer mais de perto as histórias da população e, no final, levar o produto para casa, gerando um sentimento de pertencimento ao local.

Publicidade

Além de trabalhar com grupos menores, o que é extremamente positivo no momento atual de pandemia, existe uma preocupação ambiental maior neste nicho e a consequente minimização de impactos.


Com Assessoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s