Curso “Mergulhando com Budiões” alia qualificação e preservação ambiental em Japaratinga

O Projeto Budiões, em parceria com a prefeitura de Japaratinga, está promovendo o curso “Mergulhando com Budiões”. A iniciativa qualifica dez profissionais da comunidade, previamente selecionados, e promove a preservação ambiental.

De acordo com a secretária municipal de Turismo de Japaratinga, Thereza Dantas, o curso tem conteúdo técnico PADI Open Water Dive aplicado pelo Instrutor Fábio Negrão e também temáticas voltadas para a conservação marinha e das espécies de Budiões, conhecidos como peixes-papagaio, muito importantes para o equilíbrio e conservação dos recifes de corais.

Publicidade

“O objetivo principal do curso é aprimorar a qualidade da prestação de serviço e dos produtos turísticos ofertados em Japaratinga. A intenção é, além de qualificar esses mergulhadores, fazer com que eles sejam disseminadores da preservação ambiental e, em especial, dos budiões”.

As atividades são desenvolvidas em duas etapas. As aulas online já tiveram início na segunda feira (3). O módulo teórico ocorrerá através de videoaulas enviadas aos selecionados.

O módulo prático ser aplicado com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo de Japaratinga (Setur) e atuação da equipe do Projeto Budiões para a realização das aulas e exercícios de mergulho em piscina, como também nos recifes da região.

Publicidade

Budiões

O Projeto Budiões é patrocinado pela Petrobras através do Programa Petrobras Socioambiental e desenvolve oficinas de capacitação, pesquisa científica, educação ambiental, dentre outras atividades em Alagoas e em mais seis estados.

De acordo com o projeto, os budiões são peixes pertencentes à Tribo Scarini, da Família Labridae. Esta Família é composta por aproximadamente 100 espécies, distribuídas em 10 gêneros. No Brasil, 10 espécies têm ocorrências conhecidas.

Budião, também conhecido como peixe-papagaio (foto: divulgação)

São peixes herbívoros abundantes em ambientes recifais, entre o Sudeste e Nordeste do Brasil. Considerados “jardineiros” dos ecossistemas recifais, são fundamentais para o funcionamento destes ecossistemas, pois controlam o crescimento das algas, permitindo o crescimento dos corais.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s