Sobre minas da 2ª Guerra Mundial, Marinha confirma que nada foi encontrado

No dia 11 de maio, o Blog da Costa dos Corais publicou uma reportagem especial sobre os dez anos do achado de uma mina naval de flutuação. Em maio de 2010, o artefato da 2ª Guerra Mundial fora encontrado em Maragogi, Litoral Norte de Alagoas, durante escavações de uma obra pública, em plena Avenida Senador Rui Palmeira, a mais movimentada do município turístico, localizado a 130 km de Maceió.

Mina de flutuação foi encontrada enterrada na Avenida Senador Rui Palmeira (Foto/Arquivo: Waldson Costa)

O petardo foi removido e detonado em área afastada do Centro da cidade. O achado, porém, desencadeou, posteriormente, uma grande operação executada pela Marinha do Brasil para localizar e remover outros seis artefatos semelhantes que, supostamente, estariam enterrados em solo maragogiense, conforme relatos de antigos moradores à Marinha do Brasil.

Durante a apuração jornalística, no dia 11 de maio deste ano, o Blog da Costa dos Corais enviou e-mail à Capitania dos Portos de Alagoas (CPAL) para saber o resultado final da operação desencadeada pela Marinha do Brasil em 2010. Quis saber, ainda, se tais objetos bélicos de fato existiam.

Nesta quinta-feira (25), a Ouvidoria da CPAL se pronunciou a respeito das indagações, por meio de nota.

“Ao cabo de exaustivas buscas nada foi encontrado nos pontos indicados, no entanto, seria imprudente afirmar que não haja artefatos de guerra extraviados em Maragogi, assim como em qualquer outra cidade no contexto mundial que tenham sido palco, ou sofrido reflexos de operações das guerras do ultimo século”, esclareceu a Capitania.

Confira a nota na íntegra:

A CAPITANIA DOS PORTOS DE ALAGOAS agradece o seu contato e esclarece que, de fato, uma mina de emprego naval usada para bloqueio de costa, com características similares às usadas na segunda guerra mundial, foi encontrada acidentalmente durante escavações para implementação da rede de esgoto na avenida da praia de Maragogi-AL em maio de 2010, sendo transportada para as areias da praia pela POLICIA MILITAR DE ALAGOAS, em área afastada, onde foi detonada.

Após tomar ciência dos eventos supracitados, a MARINHA DO BRASIL, com base em relatos que remetem a década de 1940, iniciou minuciosa operação com técnicos militares qualificados e equipamentos específicos visando identificar os pontos onde, supostamente, estariam enterrados outros 6 artefatos. Ao cabo de exaustivas buscas nada foi encontrado nos pontos indicados, no entanto seria imprudente afirmar que não haja artefatos de guerra extraviados em Maragogi, assim como em qualquer outra cidade no contexto mundial que tenham sido palco, ou sofrido reflexos de operações das guerras do último século.

A CPAL permanece à disposição para quaisquer informações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s