Litoral Sul de PE inicia preparação para retomada da atividade turística

Por Plínio Guimarães

A pandemia da COVID-19 tem promovido muitas mudanças no comportamento das pessoas. A proibição de eventos que promovam aglomerações e a necessidade de se manter em casa por conta do isolamento social fizeram as lives tornarem-se uma das melhores ferramentas de comunicação. No turismo não está sendo diferente.

O sucesso e o crescente número de lives abordando a temática da retomada da atividade turística evidenciam que é chegada a hora dos profissionais, empreendimentos e destinos turísticos colocarem a mão na massa e se prepararem para voltar a receber turistas.

Seguindo essa tendência, o trade turístico dos municípios do litoral sul de Pernambuco começaram a se organizar através de reuniões virtuais para a retomada do turismo na região. É o caso de São José da Coroa Grande, a mais nova “jóia da coroa do turismo na Costa dos Corais”.

Membros da ATTCOR na reunião de criação da Associação, em 2017 (Divulgação)

Na terça-feira (26), a Associação do Trade Turístico Coroense (ATTCOR) promoveu a primeira de uma série de reuniões e ações que serão desenvolvidas na preparação da cidade para a recepção de um novo tipo de viajante: o turista pós-pandemia.

A reunião foi convocada pela presidente da ATTCOR, a empresária Michele Belo. O encontro também teve a participação do Secretário de Turismo de São José da Coroa Grande, Sérgio Aroucha. As entidades já estão trabalhando nos bastidores na preparação da retomada que se aproxima, especialmente em relação às normas, condutas obrigatórias e às ações preventivas lançadas, ou em discussão, por empresas de aviação, hotelaria, cruzeiros, destinos, agências de viagens e operadoras para a retomada do fluxo turístico.

Michele Belo acredita que para São José voltar a receber turistas será necessário o envolvimento de todos da cadeia do turismo, pois enquanto não for criada uma vacina e disponibilizada em escala global, a atividade não será normalizada. Para a presidente da ATTCOR, enquanto isso não acontece é necessário fomentar ainda mais o turismo interno.

“Será um desafio muito grande, pois teremos que fazer com que os empresários compreendam que terão que ofertar, por exemplo, menos apartamentos para que haja um tempo seguro para limpeza e garantia de que não haverá risco de contaminação do turista. O café da manhã não poderá ser mais em sistema de buffet. As pessoas vão procurar segurança e locais que sigam as regras sanitárias”, pontuou Michele Belo.

Mais reuniões

Na próxima semana, mais duas reuniões muito importantes serão realizadas em São José. Uma conduzida pela ATTCOR, da qual participarão todos os associados, e outra com os membros do Conselho Municipal de Turismo, conduzida pela Secretaria de Turismo. Em ambas as reuniões, serão discutidos os protocolos já aprovados e colocados em prática, especialmente o selo Turista Protegido, do Ministério do Turismo, e criados grupos de trabalho para dar início às ações de preparação para a volta do turista ao município.

“O Selo praticamente vai medir a segurança e tornar o município competitivo. Agora se não for feito um trabalho conjunto não funciona. A abertura propriamente dita do turismo na maioria dos países ficou para última fase. Inicialmente é necessário muito planejamento e preparação”, ponderou a presidente da ATTCOR.

Mas não é só São José da Coroa Grande que está começando o processo de retomada da atividade turística. A Instância de Governança Turística Região Histórica dos Arrecifes e Manguezais (Igram) também vem atuando no planejamento e organização da volta ao turismo na região dos municípios do extremo litoral sul de Pernambuco, da qual São José faz parte.

A instância de governança foi criada por uma iniciativa do Consórcio Intermunicipal Portal da Mata Sul, que reúne os cinco municípios litorâneos da Mata Meridional Pernambucana, após as modificações no mapa turístico do Brasil, promovidas pelo Ministério do Turismo, em 2019, por meio do Programa de Regionalização do Turismo do Ministério do Turismo. Em Pernambuco, com essa atualização, o estado passou a contar com 13 regiões turísticas oficialmente reconhecidas.

O extremo litoral sul de Pernambuco tornou-se uma região turística reconhecida, a região Histórica, dos Arrecifes e Manguezais, composta pelos municípios de Barreiros, Rio Formoso, São José da Coroa Grande, Sirinhaém e Tamandaré.

“A retomada será para destinos mais próximos. O turista deverá buscar destinos que estejam entre 100 e 200 km de distância de sua residência. A criação de uma rota turística é um grande diferencial. Podemos ter a Rota dos Corais”, propôs a gestora do Igram,Lizete Maioli.

Quando a instância de governança foi criada nenhum de seus membros imaginava que um dos seus maiores desafios seria o de enfrentar os efeitos decorrentes da pandemia da COVID-19. Talvez a existência da instância de governança em pleno funcionamento seja o grande diferencial para estes municípios no processo de retomada da atividade turística.

Nos últimos dois meses, com o agravamento da situação do turismo regional por conta da pandemia, a equipe da Igram começou a trabalhar em um planejamento para identificar novas formas de promoção do desenvolvimento turístico nos cinco municípios da instância, levando em consideração as melhores práticas que estão sendo adotadas no mundo.

“Estamos no nível 5 da pandemia, o nível mais crítico. Espera-se que depois do final do mês voltemos para o nível 4. Então é hora de preparar a retomada”, afirmou Lizete Maioli.

On-line

Na sexta-feira (22), a equipe gestora da Igram realizou a primeira reunião de trabalho com empresários, gestores públicos, autônomos, profissionais do turismo e outros representantes do trade turístico regional para apresentar um plano de ação de retomada da atividade turística na região.

Igram realizou a primeira reunião de trabalho, que ocorreu virtualmente

A reunião foi realizada virtualmente sob o comando da turismóloga Lizete Maioli, gestora da IGRAM. Na sua apresentação, ela falou do trabalho que a Instância está iniciando e da importância que todos os atores sociais terão na retomada do turismo regional.

O trabalho que será coordenado pela instância de governança, em parceria com os cinco municípios, terá como base tanto os protocolos do programa do Ministério do Turismo, Turista Protegido, como também os protocolos que serão implantados no estado pela Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco, em parceria com a Associação dos Secretários de Turismo de Pernambuco (Astur), que também terá um selo próprio.

Durante a reunião, foi apresentado o plano de ação construído pela instância e que será colocado em prática já a partir desta semana. A apresentação do plano de ação foi feita pela turismóloga Ana Cristina Morais, da equipe da instância de governança, que detalhou o processo de construção do plano e apresentou aos participantes da reunião os eixos que orientarão a execução do planejamento.

Também participou da reunião o SEBRAE/PE, através da gerente Katia Alves. O órgão será parceiro da Igram no processo de retomada do turismo na região. Na ocasião, Katia Alves apresentou a programação de trabalho do SEBRAE/PE para os próximos meses, destacando que a atuação da instituição ocorrerá através da oferta aos empreendedores dos cinco municípios de orientação técnica, oficinas de gestão e operacionais, palestras de transformação digital, segurança alimentar, biossegurança e finanças/crédito, além de consultorias e realização de seminários.

“Antes a decisão do turista era muito influenciada pela localização. Agora o que mais vai influenciar a decisão do turista é a segurança”, declarou Katia Alves.

Plano de Ação

Após as apresentações, a equipe da Igram apresentou a proposta de criação de cinco Grupos de Trabalho (GTs) e o início das atividades planejadas. Foram criados os GTs de Protocolo de Biossegurança, Meio Ambiente, Roteirização, Comunicação e Qualificação. Os grupos foram compostos voluntariamente pelos representantes dos municípios, que já iniciam os trabalhos nesta semana.

A reunião foi concluída com a participação do Secretário Executivo do Consórcio Intermunicipal Portal da Mata Sul, Miguel Gomes. Ele destacou a importância de cada município presente na reunião, reforçando a autonomia do Consórcio e da Instância para colocarem em prática o planejamento apresentado.

Um comentário sobre “Litoral Sul de PE inicia preparação para retomada da atividade turística

  1. Crisóstomo Santos

    Todos nós que amamos as belas praias da mata Sul do estado, estamos torcendo que tudo volte ao normal e que possamos voltar a frequentar os maravilhosos destinos turísticos. Parabéns Prof. Plinio pela extraordinária publicação desta matéria e a todos que estão imbuídos nesta nova forma de se fazer turismo. Sobre a matéria, Clara e objetiva, nos dando um panorama geral com propriedade de causa e muita responsabilidade ao tema. Aguardemos, que em breve estaremos com o turismo a todo vapor. Grande abraço e Parabéns Plinio pela reportagem!!! Bravíssimo 👏👏👏

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s