Atividades de visitação turística na APA Costa dos Corais estão suspensas por 7 dias

As atividades de visitação em toda a Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais foram suspensas nesta terça-feira (17) como medida preventiva à disseminação do novo coronavírus (CODIV-19). A determinação foi da Presidência da República e extensiva a todas as unidades de conservação federais no país sob a responsabilidade do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O Brasil possui 334 unidades.

“Considerando a classificação da situação mundial do novo coronavírus (COVID-19), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), autarquia vinculada ao Ministério do Meio Ambiente, suspende, por determinação do Presidente da República, a visitação pública em todas as unidades de conservação federais pelo período de uma semana, a contar da presente data, podendo haver prorrogação”, diz a nota assinada pelo Chefe do NGI ICMBio Costa dos Corais, Wederson Viana Guilherme.

Ainda de acordo com a autarquia, a medida atende as orientações do Ministério da Saúde e visa contribuir para a segurança da população neste momento em que é necessário evitar aglomerações.

Por outro lado, se a suspensão perdurar por mais tempo pode afetar a economia dos municípios integrantes da APA Costa dos Corais, onde são realizados passeios turísticos, a exemplo das piscinas naturais, mergulhos, avistamento do peixe-boi e de outras atividades no interior da maior unidade de conservação marinha do Brasil. Todos esses serviços estão suspensos pela determinação.

A APA Costa dos Corais possui 135 km de extensão: de Rio Formoso, no Litoral Sul de Pernambuco, a Maceió, capital de Alagoas. São 413 mil hectares de área protegida, que envolvem recifes de corais e ecossistemas associados. Abrange quatro municípios pernambucanos e nove alagoanos.

Ainda nesta terça-feira, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Maragogi emitiu nota de esclarecimento sobre a paralisação das atividades de visitação, que vigora até o dia 24 de março, medida esta válida para todos os municípios integrantes da APA Costa dos Corais.

As piscinas naturais, inclusive, são os principais atrativos turísticos de Maragogi. Centenas de pessoas visitam esses ambientes em dias de maré baixa, por meio de passeios que custam, em média, R$ 80 por pessoa. A atividade movimenta restaurantes, operadoras de mergulho, serviços de fotografias subaquáticas, dentre outros segmentos do comércio.

“Apenas os passeios de bugre permanecerão operando normalmente, sendo que contamos com a compreensão de todos para que neste momento difícil que aflige a humanidade em todos os quadrantes do planeta, possamos fazer a nossa parte para que o mais rápido possível a situação se normalize e as atividades turísticas possam se desenvolver, gerando emprego e renda para a população maragogiense e demais municípios que integram a APA Costa dos Corais”, diz a nota assinada pelo secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Maragogi, Gabriel Vasconcelos.

Estão também suspensas, pelo mesmo período, as atividades educativas na Reserva Biológica de Saltinho, em Tamandaré (PE).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s