Piscinas naturais de Maragogi não foram afetadas por óleo, garante prefeitura

A Prefeitura Municipal de Maragogi divulgou, nesta sexta-feira (18), comunicado em que garante que as piscinas naturais não foram afetadas pelas manchas de óleo. O derramamento de petróleo cru já atingiu praias em todos os estados nordestinos.

Piscinas naturais de Maragogi, nesta sexta-feira, 18 de outubro (Foto: reprodução)

“A Prefeitura Municipal de Maragogi vem a público informar que após exaustiva e minuciosa vistoria em todas as piscinas naturais existentes neste município, não foi constatada a presença da borra de petróleo que está contaminando inúmeros trechos da zona costeira de toda região Nordeste há mais de um mês”, informa a nota.

Por meio da Assessoria de Comunicação (Ascom), a prefeitura também divulgou um vídeo em que reforça as informações oficiais de que as piscinas naturais das Galés, Taocas e Barra Grande estão próprias para o banho de mar e a visitação turística.

Vídeo: Ascom Maragogi

As piscinas naturais – formações recifais situadas próximas da costa – são os principais atrativos turísticos de Maragogi e estão inseridas na Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais, maior Unidade de Conservação Marinha (UCM) do país.

Desde a noite da quarta-feira (16), quando o petróleo bruto começou a chegar ao litoral de Maragogi, notícias falsas (fake news) se espalharam pelas redes sociais dando conta de que as piscinas naturais tinham sido atingidas pelas manchas de óleo.

O site de notícias de um grande veículo de comunicação de São Paulo chegou a afirmar em manchete: “Óleo chega às piscinas naturais de Maragogi, em Alagoas”, o que foi negado pelas autoridades.

“As pessoas podem vir para Maragogi que as piscinas naturais não foram atingidas em nada”, disse ao Blog da Costa dos Corais o secretário municipal de Meio Ambiente, Gabriel Vasconcelos, que participou das inspeções.

Confira o comunicado da prefeitura de Maragogi  

A Prefeitura Municipal de Maragogi vem a público informar que após exaustiva e minuciosa vistoria em todas as piscinas naturais existentes neste Município, não foi constatada a presença da borra de petróleo que está contaminando inúmeros trechos da zona costeira de toda Região Nordeste há mais de um mês.

Permaneceremos em estado de alerta máximo com equipes de servidores desta municipalidade, voluntários e com o imprescindível apoio dos demais órgãos afetos à questão, como o  IMA/AL, IBAMA, ICMBio, SEMARH, Marinha do Brasil, dentre outros parceiros institucionais, no afã de garantir que as nossas piscinas não sejam poluídas e caso, por infortúnio, isto vier a acontecer, adotar de imediato as providências cabíveis e evitar ao máximo que o dano ambiental permaneça e se alastre.

Por fim, conclamamos a todos que, se porventura constatar a presença deste material, informem de imediato à Secretaria de Meio Ambiente, ou demais órgãos da Administração Pública, para que possamos agir com presteza e celeridade necessárias.

Maragogi, AL, 18 de outubro de 2019. 

Fernando Sérgio Lira Neto

Prefeito Municipal de Maragogi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s