São Bento reúne belezas naturais, gastronomia e religiosidade

Praia de São Bento (5)
As belezas naturais de São Bento, pelas lentes do fotógrafo Jorge Menezes

Numa parceria com o fotógrafo Jorge Menezes, o Blog da Costa dos Corais inicia, nesta quarta-feira (26), uma série de postagens para mostrar as belezas do litoral de Maragogi, que emoldura a Costa dos Corais, maior Unidade de Conservação Marinha (UCM) do país.

São 22 quilômetros de belas praias, que misturam piscinas naturais, bancos de areia e um mar de água calma, termal e de um azul indescritível.

O ponto de partida para esse passeio começa no distrito de São Bento, uma das primeiras povoações de Maragogi, ao lado de Barra Grande, localidade que falaremos adiante.

São Bento reúne belezas naturais, gastronomia e religiosidade. É lá que são produzidos os bolinhos de goma, guloseima artesanal e fonte de renda para mais de 500 pessoas envolvidas direta ou indiretamente na produção e na venda deste quitute, também conhecido como sequilho, que é encontrado em casas comerciais ou oferecido sobre tabuleiros à margem da AL-101 Norte.

Praia de São Bento (3)

Das areias desnudadas pelo mar, as marisqueiras cavam com as mãos o sustento em forma de maçunim, abundante em toda a costa do distrito. O marisco vai para a panela e se transforma numa das iguarias mais apreciadas pelos turistas que desembarcam em São Bento.

O tradicionalíssimo Restaurante do Mano serve o prato ao saboroso molho de coco.

O litoral do distrito guarda bancos de areia que se formam com a maré baixa. Chamadas de “Croas de São Bento”, esses espaços para o banho de mar, frequentados sobretudo pelos nativos, serão regulamentados, em breve, pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que gerencia a Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais, e se transformarão em Zona de Visitação (ZV) turística.

Praia de São Bento (2)

Plano de manejo

A boa notícia é que a exploração comercial desses espaços será feita por meio do turismo de base comunitária, que valoriza a comunidade local. Pela proposta, os passeios até as Croas serão feitos exclusivamente através de jangadas, embarcações de baixo impacto ambiental.

De acordo com o chefe do ICMBio Costa dos Corais, Iran Normande, a proposta de transformar as Croas de São Bento em ZV foi discutida durante as oficinas destinadas à revisão do Plano de Manejo da APA Costa dos Corais.

O plano de manejo é uma espécie de legislação geral que regulamenta as condutas dentro da UCM, diz o que pode e o que não pode.

Praia de São Bento (6)

“Já foram feitas 38 reuniões com aproximadamente 2 mil pessoas e realizados cerca de 150 mergulhos em diferentes áreas da Unidade de Conservação. Finalizaremos os estudos ainda este ano para a publicação do plano de manejo, já revisado, no primeiro semestre de 2019”, informou Normande.

Afastando-se um pouco do litoral, o distrito também guarda as Ruínas do Mosteiro de São Bento, lugar de contemplação panorâmica de uma parte privilegiada da Costa dos Corais.

O Mosteiro era uma espécie de base de apoio aos frades beneditinos que circulavam entre Pernambuco e Alagoas, durante missões no século 18.

Espero que tenha gostado da leitura e das dicas. O passeio pelos 22 quilômetros de litoral segue em direção ao Norte de Maragogi. Até a próxima postagem!

Saiba mais sobre o trabalho do fotógrafo Jorge Menezes:

Instagram: @jorge.menezes.fotografo
Face: @jorgemenezesfotografia

 

Praia de São Bento (1)

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s